Caso de Estudo: O open space da J.!

Bom dia malta, boa quinta a todos e ainda bem que vieram porque hoje temos um post que talvez sirva para muitos de vós em aí em casa.

 Ora antes do Natal, um bom bocado antes, a J. contactou-me para a ajudar na decoração da casa nova, que lhe oferecia algumas dúvidas, mais concretamente no que diz respeito ao layout da sala. Ora a sala da J. é um grande open space, que engloba, hall, sala de estar e cozinha. Até aqui tudo bem! Mas o grande problema da J. prendia-se com o facto de não existir muito espaço para uma zona de refeições, dizia ela e nas palavras da própria “fica tudo muito apertado”. E de facto ficava, porque no layout mental, que a J. tinha feito, a zona de jantar e estar recaiam sob o mesmo espaço, ficava tudo na zona de estar e assim o espaço que até é bom, tornava-se acanhado. Quando apresentei a minha proposta à J. ela ficou muitooooo baralhada, porque nunca tinha sequer equacionado, o layout que lhe propus e que passava tão simplesmente, por fazer a zona de refeições, ou com uma grande ilha, ou com uma mesa de jantar normal, na cozinha. E isto meus queridos, são as ideias pré-concebidas que todos temos a respeito de varíadissimos assuntos na vida, nesta caso a J. só vizualizava a zona de refeições paralela ao sofá, porque se calhar é assim que as imagens a vamos tendo aceso, moldam a nossa conceção de  espaço. Mas o espaço físico existente é imperativo nestes casos  e é para ele e com ele que temos de trabalhar. Uma boa mesa de refeições na cozinha, que tanto serve de mesa, como de apoio ao trabalho na mesma, é a melhor solução para este open space, assim a sala seria novamente uma zona de estar e só de estar, deixando espaço para a bebé M. brincar e correr. Para que a zona de refeições fosse a mais pratica possível, sugeri à J. um banco corrido do lado da cozinha, que ela arruma debaixo da mesa para poder trabalhar  e umas cadeiras do lado da sala, para receber comodamente as suas visitas, ora espreitem lá…

Sei que muita gente tem medo de recorrer a decoradores de interior, das conversas que tenho tido com a J. percebo que todas as ideias pré-feitas que ela tinha para a sua sala de estar, embora bonitas, não eram as mais adequadas para o espaço em questão. Em virtude do nosso trabalho conseguimos olhar para os espaços e perceber como tirar melhor partido deles, aliando a estética, à funcionalidade. Talvez tenha sido responsável, por ter baralhado muitoooooooo a J. ela própria o diz :)), mas depois de amadurecer esta ideia, diz-me que está totalmente confortável em avançar com esta solução e agradeceu-me todas as novas prespectivas que lhe dei sobre o seu espaço. Trabalho cumprido!!!

Beijo meu povo, estamos à  vossa disposição angelavarelacunha@gmail.com, para receberem uma proposta nossa, ok? Fiquem bem e até amanhã.

Se gostou partilhe com os seus amigos:

Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

Posts Destacados

Caso de Estudo: O open space da J.!

Ora antes do Natal, um bom bocado antes, a J. contactou-me para a ajudar na decoração da casa nova, que lhe oferecia algumas dúvidas, mais concretamente no que diz respeito ao layout da sala. Ora a sala da J. é um grande open space, que engloba, hall, sala de estar e cozinha. Até aqui tudo bem! Mas o grande problema da J. prendia-se com o facto de não existir muito espaço para uma zona de refeições, dizia ela e nas palavras da própria “fica tudo muito apertado”.

Inspiração pessoal para Quartos!

Ora bom minha gente, hoje falamos de quartos, nomeadamente em quartos que me têm cativado ultimamente pois como sabem vamos remodelar algumas coisas no nosso quarto. E devo constatar que a minha paleta de cores favoritas, e isto não deve ser surpresa para ninguém, continua a ser a minha paleta de cores favorita, cinzas, brancos, toupeiras, beges, para toda a casa e os quartos não são excepção!

É isto… e casa Linda!

Bom, e se em vez de vos estar a contar a minha vida olhássemos para este apartamento tão giro, que vos trago hoje!?! Tem muita luz, muito branco, muito conforto e é tudo aquilo que eu gosto em decoração, falta-me apenas um chão em madeira, que prefiro de longe, mas não faz mal porque todo o resto deixa-me encantada, ‘bora espreitar?

Que seja um bom Natal, para todos nós!

deixo-vos a casa de um dos meus stylist favoritos, o australiano Steve Cordony. É um dos perfis do instagram dedicados à casa, que mais gosto de seguir, gosto muito do sentido estético dele, não só por não ser demasiado masculino, mas porque conjuga como poucos, peças modernas com peças muito clássicas.