Guardados sem nexo, só coração!

Bom dia meu povo, bom dia! Cá beijinhos à vossa amiga, mua-mua, que embora ausente é certo nunca vos esquece! Sei que disse que tinha voltado, só que depois desapaareci novamente, peço-vos desculpa e para que isso não volte a acontecer o melhor que vos posso prometer neste momento, é que sempre que eu conseguir, farei um post novo. Não posso garantir que vai ser diáriamente, porque neste momento isso não me é fácil, mas sempre que conseguir, contem com um postzinho desta vossa amiga. Durante o tempo que estive ausente, fui guardando aqui e ali, imagens que me falavam ao coração e que queria muito partilhar com vocês, portanto o post de hoje é a minha colecção de guardados, dos últimos tempos. Na verdade vou fazer isto mais vezes, falar de decoração de forma mais, simples,  mais espontânea, sem um tema principal, só coração! É isso será, uma nova rubrica, a que chamerei “Guardados sem nexo, só coração”! Pode ser? Ora então atentem lá ao que me tem inspirado e que na verdade refletem os meus gostos de sempre…

Consola de baixo da janela - Suzanne Kasler

Não tenho palavras para vos descrevero quantp gosto desta imagem. Em primeiro lugar acho lindo, idílico até, ver uma consola de baixo de uma janela. Em segundo lugar eu adoro estas consolas toscas, rusticas, que adoro até mesmo dentro de ambientes modernos. Adoro o styling uma jarra grandona, com galhos de arvores imensas, um cadeeiro bonito e cortinados pronto estou absolutamente rendida! Não sou a maior das fãs da banqueta mas isso são esquisitices minhas, sem sentido. Tudo nesta foto me atrai e muitoooooooo.

Árvores de grande porte! - Casa Cor

Vocês sabem o quanto eu acho fulcral, que vocês destinem um pedacinho do vosso orçamento e da vossa casa claro está, a uma planta grandona, para os vossos interiores! Fica tão bonito, tão mágico, tão confortável! A atmosfera que isso confere à vivência dentro de casa, faz correspondência com a vivência no exterior e ter um pedaço de natureza dentro de casa (ainda que fake, já sabem que não discrimino) enaltece sempre qualquer interior.

Tehno uma adoração por pintinhas - Pinterest

Quem segue o blog, sabe que eu tenho uma adoração por pintinhas. Não podem ser bolas muito grandes, prefiro bolinhas, pintinhas, ou mesmo aquela padrão de chitas sabem? E gosto sobretudo em preto e branco! E adoro este look mais sustenstável que a decoração de interiores mundial parece ter abraçado! Ora este quarto adorável de criança, cuja autoria desconheço, tem tudo isso, portanto é maravilhoso, fiquei rendida no primeiro olhar.

Luxo sustentável - Debora Aguiar

Sou há muitos anos fã assumida da arquitecta brasileira Debora Aguiar, cujo estilo é a absolutamente identificativo do seu trabalho! Indiferente a tendências, o estilo da Debora sempre foi, o que agora se vê por todo lado, materiais naturais, tons claros, texturas, envolvência natural. Todos os interiores que assina têm este caracter luxuoso, porém muito natural, muito diáfano que me faz adorar cada cantinho que ela projeta! Já viram como espelho ganha aqui uma dimensão, menos glamoroso, por toda a envolvência dos materiais, que ela elegeu para compor o resto do ambiente. Linhos, palhinhas, carvalhos...A-M-O!

Simplicidade e Textura - Chango and Co

Muitas vezes as vejo pessoas a torcerem o nariz à simplicidade! Parece que quanto mais rico e mais opulento, maior a aceitação! Se calhar a maioria das pessoas preferiria ver nesta escada um corrimão em inox brilhante, uns lustres com dourado e uma passadeira com um pelo mais alto e mais brilhante! Ora o que me atrai mesmo muito nesta imagem é a simplicidade do tapete de sisal, com um passe-par-tout preto, 3 candeeiros simples cuja beleza é potenciada, pela repetição de elementos e uma escada cujo corrimão também se deserola com bastante simplicidade. Adoro!

Espero que tenham gostado, malta! Eu volto assim que der, juro! Beijos e abraços, meu povo, fiquem bem!

Se gostou partilhe com os seus amigos:

Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

This Post Has 2 Comments

  1. Querida Ângela,
    Foi bom revela novamente aqui no blog…
    Continuação de excelente trabalho e muita saúde!!!
    Beijinhos Algarvios
    🙂

  2. Mónica Ferreira

    Obrigada Ângela pela partilha.
    Os seus posts e inspirações são sempre muito bem vindos.
    Um beijinho.

Deixe uma resposta

Posts Destacados

Há papel de parede novo, no pedaço!

Meus queridos bom dia, pois é há papeis novos no pedaço! Sim já sei, vocês podem estar um pouquinho cansados de papeis de parede, mas a vossa amiga só vos traz coisas bonitas, nada de coisas berrantes, demasiado elaboradas, só textura e um bocadinho de padrão!

Não é que estou balançada!!!

Ora bem como todos sabem, não deve haver ninguém que goste tanto e aconselhe tanto cozinhas brancas como eu! Quando há 11 anos atrás idealizei a minha cozinha, da qual gosto muito até hoje, foi de branco que a vesti. Móveis brancos , lacados a alto brilho, bancada em pedra branca sillestone e detalhes de decoração em preto. Passamos muitooooooooo tempo na cozinha, pelo que aconselho sempre que a mesma seja em tons neutros. Mas vocês perguntam-me “Oh Angelita, se fosse hoje voltarias a fazer a tua cozinha em branco?”

Projeto Novo – Projeto de amigos!

Ora bem, vocês sabem que a nossa actividade é a decoração de interiores, mas eu adoro TUDO, o que se prenda com casas, arquitectura, materiais de construção, paisagismo, tudo! E procuro sempre desafios novos, porque isso me alimenta e motiva

Caso de Estudo: O open space da J.!

Ora antes do Natal, um bom bocado antes, a J. contactou-me para a ajudar na decoração da casa nova, que lhe oferecia algumas dúvidas, mais concretamente no que diz respeito ao layout da sala. Ora a sala da J. é um grande open space, que engloba, hall, sala de estar e cozinha. Até aqui tudo bem! Mas o grande problema da J. prendia-se com o facto de não existir muito espaço para uma zona de refeições, dizia ela e nas palavras da própria “fica tudo muito apertado”.