Quanto mais simples melhor!

Bom dia meu povo e vão  3 posts esta semana!!! Viva o luxo, certo? AH, ah…isto porque para a semana tenho entregas e a coisa fica mais complicada…mas a ver vamos!

Pois meus queridos, há medida que os anos vão passando nesta profissão, vou tendo cada mais certezas do que gosto e do que não gosto em interiores! A idade e a experiência trazem destas coisas, um bocadinho mais de confiança em assumir o que gostamos e o que gostamos menos. E tenho constatado, que me atraem sempre as linhas direitas e depuradas no mobiliário, mas isso não é segredo para ninguém. E o mesmo é verdade quando falamos de mesas de cabeceira. Admito que gosto de mesas de cabeceira em Extra Large, quando há possibilidade claro, mas depois não se deixem influenciar por designs rebuscados não? A simplicidade será sempre a melhor aliada da elegância  e da intemporalidade!

Ora espreitem…

Podem até variar nos acabamentos, escolher uma madeira em vez de um lacado, escolher um composto e aplicar-lhes outros materiais, mas não se esqueçam de dar ao vosso design elegância e sobriedade e eu aposto que vão gostar das vossas mesas de cabeceira para sempre!! Ah, e não se esqueçam de as dimensionar convenientemente, ok?

Beijos e abraços meu povo, até amanhã!

Se gostou partilhe com os seus amigos:

Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

This Post Has 3 Comments

  1. Raquel

    Olá Angela,
    Sem dúvida! De tal forma que tive de mandar fazer à medida para o meu quarto, são muito parecidas com as da primeira foto mas em preto 😉
    Um beijinho e Boas Festas!

  2. Cidália Fontes

    Mesmo a propósito para quem anda à procura de mesas de cabeceira para substituir umas já datadas! Muito obrigada pelo post

  3. Querida Ângela,
    As minhas mesas de cabeceira também foram feitas à medida… e também prefiro o Extra Large!!!
    Beijinhos Algarvios
    🙂

Deixe uma resposta

Posts Destacados

Há papel de parede novo, no pedaço!

Meus queridos bom dia, pois é há papeis novos no pedaço! Sim já sei, vocês podem estar um pouquinho cansados de papeis de parede, mas a vossa amiga só vos traz coisas bonitas, nada de coisas berrantes, demasiado elaboradas, só textura e um bocadinho de padrão!

Não é que estou balançada!!!

Ora bem como todos sabem, não deve haver ninguém que goste tanto e aconselhe tanto cozinhas brancas como eu! Quando há 11 anos atrás idealizei a minha cozinha, da qual gosto muito até hoje, foi de branco que a vesti. Móveis brancos , lacados a alto brilho, bancada em pedra branca sillestone e detalhes de decoração em preto. Passamos muitooooooooo tempo na cozinha, pelo que aconselho sempre que a mesma seja em tons neutros. Mas vocês perguntam-me “Oh Angelita, se fosse hoje voltarias a fazer a tua cozinha em branco?”

Projeto Novo – Projeto de amigos!

Ora bem, vocês sabem que a nossa actividade é a decoração de interiores, mas eu adoro TUDO, o que se prenda com casas, arquitectura, materiais de construção, paisagismo, tudo! E procuro sempre desafios novos, porque isso me alimenta e motiva

Caso de Estudo: O open space da J.!

Ora antes do Natal, um bom bocado antes, a J. contactou-me para a ajudar na decoração da casa nova, que lhe oferecia algumas dúvidas, mais concretamente no que diz respeito ao layout da sala. Ora a sala da J. é um grande open space, que engloba, hall, sala de estar e cozinha. Até aqui tudo bem! Mas o grande problema da J. prendia-se com o facto de não existir muito espaço para uma zona de refeições, dizia ela e nas palavras da própria “fica tudo muito apertado”.