Que seja um bom Natal, para todos nós!

Bom dia meus queridos, eu bem disse a semana passada, que esta semana ia ser mais difícil fazer posts, ainda assim tinha que passar por aqui para vos desejar um  Feliz Natal, dentro do possível, claro está. Este foi um ano difícil para todos, não vai deixar saudade a ninguém e o Natal não vai ser diferente. Neste Natal estranho, estar longe e separado é uma ato de respeito e amor, que também eu vou seguir à risca. Vai ser cada um no seu quadrado, cada núcleo familiar no seu lar, para não colocarmos ninguém em risco, por aí também vai ser assim? Imagino que sim…

Mas não vos queria desejar Feliz Natal desta forma melancólica e triste, por isso a minha lembrança de Natal é mostrar-vos coisas bonitas e enquanto a minha casa ainda não está instagramável (talvez para o ano), deixo-vos a casa de um dos meus stylist favoritos, o australiano Steve Cordony. É um dos perfis do instagram dedicados à casa, que mais gosto de seguir, gosto muito do sentido estético dele, não só por não ser demasiado masculino, mas porque conjuga como poucos, peças modernas com peças muito clássicas. E a forma como ele vê o Natal (pelo menos este ano, porque já vi decorações em casa dele muitooooooo cheias) é a forma que eu mais gosto do Natal, peças clássicas, muito verde, muitas luzinhas e para mim em especial, falta-me o azevinho, mas não faz mal, esse pus eu cá em casa…bora espreitar?

Meus queridos, desejo-vos saúde, se há coisa que este ano nos ensinou, não que precisássemos de tão grande lição, até  porque muitos de nós já a sabíamos de cor, é que os melhores presentes da vida são a saúde, os afetos e a liberdade…sem isso nada vinga, nada floresce, nada tem graça. Por isso meu povo, um Natal menos rico em festas, pode ser um Natal mais contemplativo, Jesus vai nascer e com ele renova-se sempre Esperança de um amanhã melhor. É isso que vos desejo um amanhã, mais bonito, melhor que a vida vos sorria sempre…

Feliz Natal meu povo, sintam-se abraçados, porque este ano, estes são os abraços possíveis, ainda assim carregadinhos de afeto e de desejar bem!

Se gostou partilhe com os seus amigos:

Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

This Post Has 2 Comments

  1. Querida Ângela,
    Votos de um Santo Natal para si e para todos os seus!!!
    Que o Ano de 2021 traga muita Saúde e Amor, para todo o MUNDO!!!
    Um Grande Bem-Haja!!!
    Beijinhos e Abraços Algarvios!!!
    🙂

  2. Raquel

    Feliz Natal Ângela!
    Por aqui também separados…os meus pais já têm oitentas e não queremos mesmo arriscar, ainda pensámos em fazer teste, mas teriam de ser 6 e submeter isso às crianças…
    Mas vamos ter esperança num melhor 2021 e restanos estas lindas inspirações 😉
    Feliz 2021!

Deixe uma resposta

Posts Destacados

Há papel de parede novo, no pedaço!

Meus queridos bom dia, pois é há papeis novos no pedaço! Sim já sei, vocês podem estar um pouquinho cansados de papeis de parede, mas a vossa amiga só vos traz coisas bonitas, nada de coisas berrantes, demasiado elaboradas, só textura e um bocadinho de padrão!

Não é que estou balançada!!!

Ora bem como todos sabem, não deve haver ninguém que goste tanto e aconselhe tanto cozinhas brancas como eu! Quando há 11 anos atrás idealizei a minha cozinha, da qual gosto muito até hoje, foi de branco que a vesti. Móveis brancos , lacados a alto brilho, bancada em pedra branca sillestone e detalhes de decoração em preto. Passamos muitooooooooo tempo na cozinha, pelo que aconselho sempre que a mesma seja em tons neutros. Mas vocês perguntam-me “Oh Angelita, se fosse hoje voltarias a fazer a tua cozinha em branco?”

Projeto Novo – Projeto de amigos!

Ora bem, vocês sabem que a nossa actividade é a decoração de interiores, mas eu adoro TUDO, o que se prenda com casas, arquitectura, materiais de construção, paisagismo, tudo! E procuro sempre desafios novos, porque isso me alimenta e motiva

Caso de Estudo: O open space da J.!

Ora antes do Natal, um bom bocado antes, a J. contactou-me para a ajudar na decoração da casa nova, que lhe oferecia algumas dúvidas, mais concretamente no que diz respeito ao layout da sala. Ora a sala da J. é um grande open space, que engloba, hall, sala de estar e cozinha. Até aqui tudo bem! Mas o grande problema da J. prendia-se com o facto de não existir muito espaço para uma zona de refeições, dizia ela e nas palavras da própria “fica tudo muito apertado”.