Restyling de uma casa de Verão: os quartos!

Então bom dia meus amigos! Sim este vai seu um bom dia, apesar de olhar lá para fora e não conseguir ver absolutamente nada, tal é o manto grosso  e espesso de nevoeiro instalado nesta praia! Antes de mais deixem-me agradecer-vos os comentários ao post de ontem, fico contente que tenham gostado, e que percebam que se calhar há uma hipótese para renovarem o que já têm e assim voltarem a gostar das vossas casas. É como vos digo a decoração opera milagres! Os dois quartos que hoje apresento são dois quartos novos, pois a mobília existente não deixava espaço para circulação, era antiga, os tecidos muito datados, então foram-me pedidos um quarto de casal,  um quarto com uma inspiração mais masculina. No orçamento não cabia papel de parede, mas cabiam têxteis e isso para mim é suficiente, para vestir com interesse visual um espaço. ‘Bora espreitar?
Mais uma vez tudo escolhido em estrita harmonia, com os clientes! O verde foi escolhido pelos próprios e a colcha às riscas foi a solução encontrada para darmos um pouco mais de alegria ao espaço! Já sabem que eu sou suspeita gosto muitooooooo desta combinação!
O outro quarto é marcadamente mais jovem e mais masculino, para os meninos da casa estão a ver? É que neste quarto embora não pareça existem duas camas…
E pronto este é o quarto dos rapazes, como uma inclinação para o surf e para o estudo (assim espera a mãe). Para este quarto foi-me pedido amarelo, e eu fiquei toda contente claro, porque vocês sabem que aqui a vossa amiga, tem um fraquinho por esta cor bem disposta e “Graças ao Senhor” a cliente também.!!!
Na verdade foi uma delícia fazer estes quartos, com as minhas cores favoritas, com mobiliário nosso, todo branquinho mas sobretudo sabendo que  estas também eram os tons eleitos da cliente.
Espero que gostem, uma grande beijoca e até amanhã!

Se gostou partilhe com os seus amigos:

Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

This Post Has 10 Comments

  1. Anónimo

    Olá Ângela!
    Como era de esperar, os quartos estão lindos. Acho o máximo as pequenas bandejas redondas que suportam as velas. Que delícia… Também gosto muito da mesa de trabalho do quarto dos rapazes e fazia-me jeito uma igual, mas sem ser branca…
    Parabéns e obrigada. Veramaria

  2. Muito serenos e muito clean os dois quartos e gosto que o denominador comum seja o cinzento… estou a começar a identificar-me com o cinzento…muito bonitos 🙂
    Beijinho
    Teresa

  3. Cara Ângela,
    Ambos os quartos ficaram ótimos!
    O espaço não era muito, mas a harmonia está presente e o bom gosto também!
    Muitos Parabéns!
    Continuação de muitos mais Projetos com Sucesso!
    Beijinhos
    🙂

  4. Anónimo

    Angela olá, gosto muito dos 2 quartos, mas como também gosto de amarelo, o quarto dos rapazes é o meu favorito. Beijinhos adorei!

  5. Anónimo

    Angela o cinza de fato é uma cor super elegante, fica bem com tudo! Gosto muito dos quartos, já agora ainda têm os copinhos prateados? Carla

  6. Anónimo

    Olá Angela, gosto sempre tanto do que coloca nas mesas de cabeceira!!! E adoro a consola dos rapazes! Os quartos ficaram o máximo, parabéns!

  7. Anónimo

    Olá Angela,
    Antes de mais quero lhe dar os parabéns pelo seu trabalho excelente, sigo o seu trabalho já há bastante tempo.
    Quem sabe um dia ainda faz um trabalho destes em minha casa.

    Hoje ganhei coragem, aqui vai
    A prepósito deste post gostava de lhe fazer pergunta só responde se não achar abuso. Parece-me ser uma casa já com algum tempo em que as madeiras deviam ser castanhas (por exemplo dos rodapés e roupeiros.)

    Uma das coisas que tenho em minha casa que mais detesto atualmente são os meus roupeiros embutidos de quatro portas grandes castanhos nos quartos. A propósito deste poste lembrei-me de lhe perguntar porque nunca me apercebi o que lhe costuma fazer. Pinta-os de branco, já me lembrei de os forrar os meus com espelhos, mas acho que vai ficar demais… Se tiver um dia um tempinho para um post sobre esta matéria gostava muito de saber a s/opinião.

    Um grande beijinho e continuação de muitos e muitos projetos.
    Carla

  8. Anónimo

    Mais uma vez gosto de tudo Angela, assim não vale! Gosto muito do verde do quarto, e da colcha às riscas. O quarto dos rapazes também está muito acolhedor. Adoro os seus móveis sabe? Obrigada pela inspiração diária! Beijinhos e boa sorte no Querido estou ansiosa! Helena.

  9. Olá Carla ainda temos sim, se estiver interessada por favor mande-me um mail. Obrigada pelo comentário e beijinhos.

Deixe uma resposta

Posts Destacados

Há papel de parede novo, no pedaço!

Meus queridos bom dia, pois é há papeis novos no pedaço! Sim já sei, vocês podem estar um pouquinho cansados de papeis de parede, mas a vossa amiga só vos traz coisas bonitas, nada de coisas berrantes, demasiado elaboradas, só textura e um bocadinho de padrão!

Não é que estou balançada!!!

Ora bem como todos sabem, não deve haver ninguém que goste tanto e aconselhe tanto cozinhas brancas como eu! Quando há 11 anos atrás idealizei a minha cozinha, da qual gosto muito até hoje, foi de branco que a vesti. Móveis brancos , lacados a alto brilho, bancada em pedra branca sillestone e detalhes de decoração em preto. Passamos muitooooooooo tempo na cozinha, pelo que aconselho sempre que a mesma seja em tons neutros. Mas vocês perguntam-me “Oh Angelita, se fosse hoje voltarias a fazer a tua cozinha em branco?”

Projeto Novo – Projeto de amigos!

Ora bem, vocês sabem que a nossa actividade é a decoração de interiores, mas eu adoro TUDO, o que se prenda com casas, arquitectura, materiais de construção, paisagismo, tudo! E procuro sempre desafios novos, porque isso me alimenta e motiva

Caso de Estudo: O open space da J.!

Ora antes do Natal, um bom bocado antes, a J. contactou-me para a ajudar na decoração da casa nova, que lhe oferecia algumas dúvidas, mais concretamente no que diz respeito ao layout da sala. Ora a sala da J. é um grande open space, que engloba, hall, sala de estar e cozinha. Até aqui tudo bem! Mas o grande problema da J. prendia-se com o facto de não existir muito espaço para uma zona de refeições, dizia ela e nas palavras da própria “fica tudo muito apertado”.