Vivam os Antes e Depois! Vivam!!!

Meus queridos bom dia, ora ainda bem que apareceram, para mais um post, desta rubrica, que eu acho que toda a gente gosta (pelo menos é isso que as estatísticas deste humilde blog me dizem) que dá pelo nome: “Vivam os Antes e os Depois”. Ora nestes posts já todos nos habituamos a ver espaços francamente maus, em cinderelas da decoração, verdade? Ele é cozinhas velhotas que se transformam em verdadeiras joias, salas todas alcatifadas e bolorentas que se tornaram verdadeiros oásis de famílias e casas de banho …bom não vamos por aí, porque eu acho que vocês já perceberam. Mas esse não é o caso de hoje. Na verdade o espaço que vos trago, não estava mau, mas como na vida tudo é uma questão de perspectiva. É que um quarto que aparentemente não está mau para um comum mortal, pode ser sempre ser potenciado, pelo olhar de uma decoradora. Ora vai daí, filha decoradora transforma quarto de hóspedes dos pais. Digo-vos que o que não estava mau ficou melhor, sobretudo porque a filha decoradora sabe como ninguém que a escala das peças seleccionadas, interfere e marca o resultado final. Querem ver?

Studio MacGee

E que tal gostam? Por favor façam o seguinte exercício, vão ver o tamanho dos candeeiros da mesa e da cómoda do antes e comparem-no com o depois. Já agora façam o mesmo exercício com as cadeiras, com a mesa de cabeceira, com a cama e a cabeceira, com arte das paredes, com iluminação do teto… Tudo neste quarto foi redimensionado, não  foram só os tons e a decoração que mudaram, foi a abordagem e a perspectiva. A decoração de uma casa pode estar bem, mas será que atinge o seu potencial? O que me dizem da vossa?

Um beijinho meus queridos, boa Quinta e até amanhã!

Se gostou partilhe com os seus amigos:

Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

This Post Has One Comment

Deixe uma resposta

Posts Destacados

Há papel de parede novo, no pedaço!

Meus queridos bom dia, pois é há papeis novos no pedaço! Sim já sei, vocês podem estar um pouquinho cansados de papeis de parede, mas a vossa amiga só vos traz coisas bonitas, nada de coisas berrantes, demasiado elaboradas, só textura e um bocadinho de padrão!

Não é que estou balançada!!!

Ora bem como todos sabem, não deve haver ninguém que goste tanto e aconselhe tanto cozinhas brancas como eu! Quando há 11 anos atrás idealizei a minha cozinha, da qual gosto muito até hoje, foi de branco que a vesti. Móveis brancos , lacados a alto brilho, bancada em pedra branca sillestone e detalhes de decoração em preto. Passamos muitooooooooo tempo na cozinha, pelo que aconselho sempre que a mesma seja em tons neutros. Mas vocês perguntam-me “Oh Angelita, se fosse hoje voltarias a fazer a tua cozinha em branco?”

Projeto Novo – Projeto de amigos!

Ora bem, vocês sabem que a nossa actividade é a decoração de interiores, mas eu adoro TUDO, o que se prenda com casas, arquitectura, materiais de construção, paisagismo, tudo! E procuro sempre desafios novos, porque isso me alimenta e motiva

Caso de Estudo: O open space da J.!

Ora antes do Natal, um bom bocado antes, a J. contactou-me para a ajudar na decoração da casa nova, que lhe oferecia algumas dúvidas, mais concretamente no que diz respeito ao layout da sala. Ora a sala da J. é um grande open space, que engloba, hall, sala de estar e cozinha. Até aqui tudo bem! Mas o grande problema da J. prendia-se com o facto de não existir muito espaço para uma zona de refeições, dizia ela e nas palavras da própria “fica tudo muito apertado”.